Notícias

Na Acil, diretor executivo do Instituto Caldeira defende o modelo de trabalho em comunidades

30/11/2022
Desenvolvimento

“O ecossistema gaúcho precisa entender que as coisas mudaram e, atualmente, não há como jogar sozinho, pois é através das conexões que surgem bons negócios.” A afirmação foi feita pelo diretor executivo do Instituto Caldeira, de Porto Alegre, Pedro Valério, ao explicar que os empreendedores precisam trabalhar em conjunto para crescer e construir soluções que agreguem valor aos negócios e nas comunidades. Ele foi palestrante da reunião-almoço (RA) promovida nesta quarta-feira (30) pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil).

Para um público de aproximadamente 100 pessoas, Valério falou sobre a necessidade de pertencimento do ser humano e a criação de parcerias em prol de uma mesma causa. “As pessoas acabam se perguntando sobre como fazer parte de um movimento ou de uma organização que está fazendo acontecer. É de natureza humana querer fazer parte dessas ações”, comentou.

De acordo com o palestrante, é através do networking que surgem as conexões e as parcerias que auxiliam nos processos. “É a conhecida troca de cartões. As pessoas se unem, criam comunidades e trabalham juntas por um mesmo objetivo. Assim, criam-se as comunidades através de grupos que têm interesses em comum e debatem esses temas”, exemplificou.

Caldeira

Valério falou aos participantes sobre a criação e o modo de trabalho do Instituto Caldeira, uma instituição sem fins lucrativos que conecta pessoas e iniciativas que buscam competitividade e o fomento à inovação. “Dentro do Instituto trabalhamos de forma colaborativa. Construímos nossa história atuando passo a passo com os parceiros, de modo a facilitar e estimular que todos os atores compartilhem seus conhecimentos e experiências” comentou.

De acordo com o palestrante, no Instituto o trabalho acontece em simbiose, termo que define uma ligação entre diferentes atores em busca de soluções que beneficiem os indivíduos envolvidos ou não. “O Caldeira acolhe todos os empreendedores que acreditam na tecnologia como um dos motores da inovação. Construímos, junto com o poder público e as instituições de ensino, as melhores alternativas para melhorar o nosso ecossistema”, colocou.

Parcerias

O palestrante defendeu que as parcerias geram bons resultados para os negócios. “Temos que entender que, através da simbiose diária entre empresas, startups, universidades, poder público e todos aqueles apaixonados por inovação e tecnologia, teremos um futuro mais promissor”, defendeu.

Ao ser questionado sobre os passos que podem tornar o Vale do Taquari mais inovador, Valério destacou que é importante atentar para a educação. “Não temos como construir um ecossistema de inovação sem talentos. A economia global está em busca de profissionais capacitados e não consegue preencher essas vagas”, comentou.

Ainda segundo o palestrante, somente em empresas ligadas ao Instituto Caldeira há mais de cinco mil vagas disponíveis para o mercado de trabalho. “O Caldeira hoje conta com 426 empresas e instituições conectadas e mais de 700 startups. Esses empreendedores estão atrás de profissionais qualificados para as mais diversas funções e não encontram. Enquanto os olhares não forem mais direcionados para a nossa educação, vamos perder as melhores oportunidades de construir nossas redes de relacionamento”, finalizou.

A presidente da Acil, Graciela Ethel Black, em sua saudação falou sobre a satisfação em ter o tema inovação como pauta da penúltima RA do ano. Ela comentou a realização exitosa das feiras Expovale e Construmóbil de forma conjunta e destacou o papel da liderança no processo de inovação. “Nesse penúltimo evento de 2022, temos a possibilidade do conhecimento maior desse incrível hub de inovação que é o Instituto Caldeira através das palavras e da experiência do seu principal líder, Pedro Valério”, destacou. Ao final do evento, Graciela, acompanhada do vice-presidente de Inovação e Tecnologia da Acil, Rafael Zanatta, conduziu a interação do público com o palestrante.

Apoio

As RA de 2022 da Acil têm o apoio de Bebidas Fruki, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), CBM Materiais Elétricos, Cooperativa Certel, Docile Alimentos, Excellence Garçons, Grupo A Hora, Imojel Construtora e Incorporadora, Cooperativa Languiru, Olicenter, Sicredi Integração RS/MG e Tecnosom.

Assine a newsletter
whatsapp